Música para se ver: Annie Leibovitz

2 Comentários

  1. 86sarah disse:

    tanta nudez e sinceridade em seu olhar, talvez, seja fruto de sua nada doce vida pessoal, que pode expressar algo tão sensível na arte. a título de curiosidade, vale lembrar que, como muitos gênios, ela também é uma desgraçada. hoje, acumula uma dívida de milhões e vive só, pois nos últimos cinco anos perdeu o pai, a mãe e sua companheira.

  2. Finatti disse:

    Sensacional o texto da Carol Cunha sobre Annie, uma lenda monstruosa da história da fotogarfia na cultura pop e no rock’n’roll. Matéria mega informativa, didática (pra quem nunca tenha ouvido falar dela), e muito bem escrita.
    Faltam textos assim na blogosfera brazuca dedicada à cultura pop. E sobra gente “anarfa”, escrevendo (mal) sobre o que não conhece. Como no próprio portal em que escrevo, o Dynamite online, onde infelizmente blogs como um town art emporcalham e envergonham a arte (arte?) de blogar sobre cultura pop.
    Parabéns, Carol! E beijinhos na Natasha, sempre!

Leave a Comment