Sounds of 2011: as apostas da cena alternativa

Depois de revelar Adele, Mika, Keane, Corinne, BBC lançou hoje sua lista de apostas musicais para o próximo ano. O Palco fez seu top 5. E qual é a sua?

[por Andréia Martins]

Todo o final de ano cantores e bandas da cena alternativa cruzam os dedos e esperam pela lista “Sounds of…”, publicada pela BBC. É a lista que reúne as principais apostas da rede no mundo da música.

Divulgada no final do ano, o top 5 é revelado em janeiro e, depois, o grande vencedor. Para se ter ideia da previsões, o concurso já lançou nomes como 50 Cent (vencedor da edição 2003), Keane (2004), Corinne Bailey Era (2006), Mika (2007), Adele (2008) e neste ano, Ellie  Goulding.

Mas mesmo os que não conseguem o primeiro lugar se dão bem. Prova disso é que, em 2009, uma senhorita de nome Stefani Joanne Angelina Germanotta ficou na sexta posição. No ano seguinte, 2010, não é preciso dizer o que aconteceu com Lady Gaga. É o limite que tais artistas cruzam entre o alternativo e o mainstream.

Este ano a lista de indicados traz, novamente, variados sons feitos por 15 jovens artistas com variadas referências: Anna Calvi, Clare Maguire, Daley, Esben & The Witch, Jai Paul, James Blake, Jamie Woon, Jessie J, Mona, Nero, The Naked & Famous, The Vaccines, Warpaint, Wretch 32 e Yuck.

Ouvimos as músicas e fizemos o top 5 do Palco. Aqueles que não ganharem, vão ficar como dica de bons e novos sons que você, talvez, curta ouvir por aí:

Anna Calvi [foto]

Anna é uma aposta ousada já que o concurso não tem a tendência de premiar artistas muito experimentais. Essa inglesa, cantora e guitarrista, irá lançar seu primeiro disco em janeiro de 2011. A descrição do que podemos esperar deste álbum de uma das queridinhas de Brian Eno e Nick Cave, já deixa, no mínimo, uma pontinha de curiosidade:  “Assombrada pelos sons intemporais de Nina Simone e Maria Callas, assim como o romantismo clássico de Ravel e Debussy, e as inovações do rock Jimi Hendrix e Captain Beefheart, o registro é misterioso e decadente, nostálgico e para o futuro”. Anna é dona de uma expressão forte ao cantar e trata a guitarra como se fosse uma extensão de seu corpo.

Jai Paul

Esse inglês de 21 anos mistura influências que vão do pop ao rap. A faixa “BSTU” (clique aqui para baixar), do vídeo abaixo, foi o grande ‘boom’ dele na rede. Repare se ele não tem algo a la Prince:

Esben and the Witch

O conto de fadas da banda (o nome do grupo faza referência a um conto de fadas dinamarquês) pode estar apenas começando. Com um EP de três faixas lançado em 2010 – “Marching Song” -, o trio combina os vocais intensos de Rachel com batidas eletrônicas elaboradas. Completam a trupe Daniel e Thomas. Abaixo, o vídeo de “Marching Song”:

James Blake

Blake integra o clube do post-dubstep, um estilo que apareceu na cena independente de Londres, baseado no house, no drum’n’bass e no dub. O cantor e produtor consegue imprimir uma abordagem melódica ao gênero eletrônico, colocando doses de R&B em suas produções. Para uns ele é um dos expoentes do que chamam de “pop urbano inglês”. No vídeo abaixo – cover da música “Limit to your love”, de Fiest -, Blake, que aprendeu a tocar piano ainda criança, mostra também seu talento vocal.

The Naked and Famous

Esses neozelandeses já são conhecidos de alguns devido aos vídeos bacaninhas que fazem como “Girls Like You” e “Young Blood“, por exemplo. Há algo de MGMT nessa dupla, que mistura referências contemporâneas do indie rock com as do psychedelic rock da década hippie-yupi, ou simplesmente, os anos 60. O primeiro disco, “Passive Me,  Agressive You”, saiu este ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *