Com os suecos do Radio Dept. parece ser assim: tudo na medida certa

A banda Radio Dept. esteve em terras brasucas, na última sexta-feira (06), em show no Beco 203, localizada no baixo Augusta, em São Paulo. No show, os suecos apresentaram seu último trabalho, Clinging to a Scheme (2010), lançado depois de quatro anos em silêncio, mas, contemplou também seus dois álbuns anteriores, Lesser Matters (2003) e Pet Grief (2006).

Fotos: Natasha Ramos

Discretos e reservados, os suecos fizeram um show sem grandes surpresas e sem grandes interações com o público que, caloroso, cantava junto as músicas calminhas e atmosféricas da banda.
Conhecido por tocar um subgênero do indie rock chamado shoegaze, o trio arrancou mini manifestações de euforia da galera ao tocar as esperadas “It’s Personal”, “Pet Grief”, “1995” e “Where Damage Isn’t Already Done”. Tudo com os suecos parece ser assim: contido, na medida certa.
O vocalista e guitarrista Johan Duncanson e o ora guitarrista, ora baixista, Martin Larsson (parte dele).
O vocalista e guitarrista Johan Duncanson e o ora guitarrista, ora baixista, Martin Larsson (ele inteiro -ou quase).
O tecladista Daniel Tjäder, ao fundo, e silhueta de Larsson, em destaque.
O vocalista Johan Duncanson.
Martin Larsson em seu momento de introspecção.
A vinda da banda ao Brasil foi possível devido ao crowdfunding promovido pela Playbook junto aos fãs tupiniquins da banda.
Apesar do som baixo da casa de show -tão baixo que, em alguns momentos, era possível ouvir a galera do fundo menos interessada em assistir ao show e mais em interagir-, a apresentação matou a vontade dos fãs de ver o grupo pela primeira vez em solo brasileiro.
Ao final da apresentação, rolou até uma sessão de autógrafos improvisada, ali mesmo, na borda do palco.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *