#JáOuviu? Daughter


[Por Andréia Martins]

Quem: Daughter. A banda conta com a inglesa Elena Tonra nos vocais, o suíço Igor Haefeli na guitarra e o francês Remi Aguilella na bateria.

De onde vem: Todos se encontraram em Londres. Elena tinha uma carreira solo desde 2010, mas em 2011 resolveu se juntar aos dois rapazes após conhecê-los no Institute of Contemporary Music Performance, na capital inglesa.

O que já fizeram: A banda é relativamente recente na cena alternativa inglesa. Em 2011, lançaram dois EPs — His Young Heart e The Wild Youth. O disco cheio veio apenas em março de 2013. Após o lançamento, o trio foi escalado para abrir os shows de Ben Howard – um queridinho dos britânicos, com razão – e fez shows pela América do Norte, Europa e Austrália. O som atmosférico da banda já serviu de trilha para comercial do Tour de France, séries como Mistresses, Grey’s Anatomy, Arrow, Hollyoaks, entre outras.

Quem vai gostar: Fãs de Feist, Cat Power, folk indie, Regina Spektor.

A banda Daughter: Elena, Remi e Igor

Por que ouvir: Para o jornal The Guardian, a banda traz um “som atmosférico”, mas falta oxigênio. Já para BBC o disco de 2013 soou “totalmente hipnótico” e “mais envolvente do que muitas ofertas” do mesmo gênero. Outra definição para o som da banda é: música para almas perdidas e corações partidos. Como uma banda recente na cena, a expectativa é se o som do Daughter vai evoluir ou ficar preso ao estigma de “promessa”. Vamos acompanhar…

Por onde começar: Do início, com a faixa “Home”, do EP The Wild Youth. Na sequência, dois singles do disco de 2013: “Still” e “Youth” (em versão acústica).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *