In-Edit Brasil: Seleção Especial Palco Alternativo

Joe Strummer, vocalista e guitarrista da The Clash, terá um doc sobre ele no festival.
Joe Strummer, vocalista e guitarrista da The Clash, terá um doc sobre ele no festival.

Está acontecendo, em São Paulo, a 7ª edição do In-Edit Brasil, festival de documentários musicais. A mostra reúne em 12 dias  (de 1 a 12 de julho) de projeções, shows, bate-papos, debates e encontros com diretores, cerca de 60 títulos do mundo inteiro, que abordam a música de diferentes vertentes e gêneros.

Mas, com tantos filmes potencialmente bons, como saber qual não perder? Pensando nisso, o Palco fez uma seleção para você que curte indie e rock alternativo, punk ou hardcore. Confira abaixo e não perca o filé do festival!

Sem Dentes: Banguela Records e a Turma de 94
A história do selo Banguela Records é uma das mais estranhas do Rock brasileiro. Liderado por Carlos Eduardo Miranda e financiado pelos Titãs, o selo lançou alguns dos nomes mais importantes dos últimos anos como Raimundos, Mundo Livre S/A, Little Quail & The Mad Birds, Maskavo Roots, entre outros.

* Cine Olido, 04/07, 15h – com as presenças do diretor Ricardo Alexandre e do produtor Alexandre Petillo
* Cinemateca Sala Petrobrás, 05/07, 17:30h – com as presenças do diretor Ricardo Alexandre e do produtor Alexandre Petillo
* CCSP, 10/07, 20h

Breadcrumb Trail
Slint é um caso atípico. Quatro adolescentes de uma pequena cidade no Kentucky montam uma banda, compõem uma série de canções, lançam um único disco após sua separação e se transformam em objeto de culto. Com pouquíssimas apresentações em seu histórico e nenhuma informação a seu respeito, o Slint virou lenda e motivo de especulação. Neste documentário, conhecemos através de gravações de ensaios e raríssimos shows, as loucuras e genialidades de Britt Walford (bateria) e as bandas em que tocaram posteriormente como The Breeders, Tortoise, Zwan.
* Cine Olido, 03/07, 17h
* Cinemateca BNDES, 05/07, 18h

Heaven Adores You
Elliott Smith não era um cara comum. Propenso à depressão e solidão, o músico e compositor norte-americano acabou sendo catapultado para a fama, ao ser indicado ao Oscar de melhor canção original com o filme “Gênio Indomável”. Conhecido como um dos maiores talentos de sua geração, Smith morreu aos 34 anos, provavelmente por suicídio (a autópsia não é conclusiva). Através de entrevistas com amigos, namoradas, parentes e companheiros de estrada, podemos conhecer melhor o personagem, seus problemas, suas ilusões, seu entorno e sua carreira meteórica.
* Cinesesc, 06/07, 19h
* Cinemateca Sala Petrobrás, 09/07, 15:30h

My Secret World – The Story of Sarah Records
Como uma história de amor fez surgir Sarah Records, um selo Indie feito de maneira muito artesanal. Claire Wadd tinha 16 anos e fazia um dos fanzines mais legais de Bristol. Matt Haynes, um pouco mais velho, circulava por ambientes cool e também fazia o zine mais cultuado da cidade. Um dia, eles se conheceram, se apaixonam e passaram a morar juntos. Assim nasceu Sarah Records.
Produzindo os artistas novatos, os dois começaram lançando singles com um cuidadoso projeto gráfico, fazendo a própria distribuição e o relacionamento com os fãs. Um sonho Indie que durou 100 lançamentos e que deixou muita gente com saudades. Inclusive seus detratores.
* Cine Olido, 03/07, 15h
* Cinemateca Sala Petrobrás, 10/07, 17h30

O Terno
Um documentário ficcional em que a banda paulistana O Terno aparece no famoso programa Classic Albums, da televisão inglesa BBC4, em uma sátira divertida que os coloca na história da humanidade.
* Matilha Cultural, 03/07, 18:30h
* CCSP, 09/07, 16h
* CCSP, 10/07, 16h

Autoluminescent: Rowland S. Howard
Rowland Howard e Nick Cave formaram, nos anos 1970, The Birthday Party, um grupo performático, com raízes no Punk e na poesia. Desde então, sua lenda como músico talentoso não parou de crescer. Para fugir dos excessos, Nick formou o Bad Seeds, enquanto Rowland seguiu em carreira solo. Afundado na heroína, seu grande talento ficou submerso, dando espaço para uma infinidade de lendas e situações-limite. Falecido em 2009, Rowland S. Howard deixou uma obra genial e um grande vazio musical. Seus amigos e parceiros lembram das histórias e revivem o mito do grande guitarrista.
* Cine Olido, 08/07, 19h
* CCSP, 12/07, 18h

Basically, Johnny Moped
Inclusive para os Punks londrinos de 1977, Johnny Moped era figura inusitada. Nascido Paul Halford, o Punk Rocker mais estranho e autêntico de sua geração, tem uma história à altura. Não aparecia nos shows, casou-se com uma mulher muito mais velha do que ele, tinha a obsessão de viver no limite com seu estilo de vida, mas morria de medo de sua sogra. Com tudo isso, sua banda – que teve Chrissie Haynde (The Pretenders) e Captain Sensible (The Damned) em seu início – foi um estouro e marcou uma época.
Histórias hilariantes, altas doses de anfetamina e excelentes canções marcam esse documentário de Fred Burns.
* Cinesesc 05/07, 15h
* Cine Olido 07/07, 17h
* Matilha Cultural 10/07, 20h30

B-Movie: Lust & Sound in West-Berlin
Apaixonado por música, Mark Reeder, um jovem inglês, decide ir a Berlim Ocidental em plena ressaca Punk de 1979.
Durante anos, realizou todo tipo de trabalho no mundo musical: tocou em bandas, foi manager de outras, representante de um selo e esteve onde e com quem quis. Aqui, ele conta sua história e mostra a contracultura dos anos anteriores à queda do muro: o Post-Punk, a No Wave, o experimentalismo, os Squats, o nascimento da Gay Parade, a moda e o underground de uma cidade cercada e condenada a se reinventar. Um retrato nostálgico para conhecer melhor um dos momentos mais interessantes dos anos 1980.
* Cinesesc 08/07, 19h
* Cine Olido, 10/07, 17h

I Need A Dodge! Joe Strummer on the Run
Joe Strummer, líder do The Clash, cansado da fama, das brigas com seus companheiros de banda e do showbizz, tenta viver anonimamente na Espanha. Anônimo em um bar, é reconhecido por alguns músicos locais. Dessa amizade, muitas histórias nasceram. Entre elas, a obsessão de Joe em conseguir um Dodge, que tempos mais tarde, esquece onde estacionou em Madrid, perdendo para sempre seu sonhado carro. Para encontrar o automóvel e relembrar esses dias, o diretor Nick Hall sai à procura de documentos e dos amigos espanhóis de Joe Strummer.
* Cine Olido, 03/07, 19h
* Cinemateca Sala Petrobrás, 09/07, 17:30h

Salad Days: A Decade of Punk in Washington DC (1980-1990)
A cena Punk-Hardcore de Washington DC contada por seus protagonistas! Está tudo aqui: a chegada da onda Punk, a evolução do Hardcore, o nascimento da Dischord Records, o surgimento de Minor Threat, Fugazi, Bad Brains, a cultura Straightedge, entre outras coisas. Na capital dos Estados Unidos, um grupo de jovens assume o Punk Rock como opção de vida e estabelece um código ético para tratar com fãs e indústrias musical e de entretenimento. Revolução à base de guitarras distorcidas e consciência política-social. Um capítulo da história da cultura Pop pouco conhecido, mas que estabeleceu um divisor de águas no Establishment musical.
* Cinesesc, 06/07, 21h
* Cinemateca Sala Petrobrás, 11/07, 17h30

The Damned: Don’t You Wish That We Were Dead
Wes Orshoski, diretor de “Lemmy”, traz a história da banda The Damned, que lançou o primeiro single do Punk inglês e foi um dos primeiros de sua geração a cruzar o Atlântico. A banda inglesa The Damned é uma referência no Punk Rock.Gravaram grandes discos, ganharam o respeito de fãs e críticos, mas não alcançaram grande popularidade e chegaram à categoria de culto.
Para falar deles, Chrissie Hynde, Mick Jones, Lemmy, membros do Pink Floyd, Black Flag, Guns’ N’ Roses , Sex Pistols, Blondie, Buzzcocks e muitos mais.
* Cinemateca Sala BNDES, 09/07, 18h – com o diretor Wes Orshoski
* Cine Olido, 11/07, 17h – com o diretor Wes Orshoski

The Death And Resurrection Show
The Killing Joke é um dos nomes mais marcantes do Post-Punk e uma das lendas mais cultuadas das últimas décadas. Paul Ferguson e Jaz Coleman se uniram por “repulsão mútua” e amor ao Ocultismo. Assim nasceu Killing Joke, que com canções que faziam alusão a rituais obscuros e transformavam seus shows em sessões espirituais, influenciando várias gerações. The Death & Resurrection Show é um documentário à altura dessa lenda. Com rico material de arquivo, os depoimentos de seus integrantes e uma inquietante entrevista de Jaz, fazem deste filme uma homenagem à loucura, à traição e ao Rock’n’Roll.
* Cine Olido, 09/07, 17h
* Matilha Cultural, 12/07, 16h30

Da redação

One thought on “In-Edit Brasil: Seleção Especial Palco Alternativo

  1. Hello admin, i must say you have high quality posts here.
    Your page can go viral. You need initial traffic only. How to get it?
    Search for: Mertiso’s tips go viral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *