‘Gênesis de Gênios – #Mostreseumelhor’ é vitrine para novos talentos

Músico se apresenta no #Mostreseumelhor na Sensorial.
Músico se apresenta no #Mostreseumelhor na Sensorial.

Evento open-mic promovido pela produtora Plectro elege as três melhores apresentações da noite e o “Gênio da Vez”, que será contratado para apresentar um pocket show na edição seguinte do evento

[Por Natasha Ramos]

O projeto “Gênesis de Gênios” (GdG), iniciativa dos sócios da produtora Plectro, chega a sua nona edição, agitando a cena musical independente paulistana e servindo de vitrine para novos talentos. O próximo evento será realizado dia 12 de novembro, às 18h, na Sensorial Discos, mix de loja de vinis com bar, localizado na rua Augusta, em São Paulo.

“O projeto GdG surgiu com a Plectro. No princípio, a gente não chamava de GdG nem nada, mas essa missão, essa vontade de fazer parte de uma cena sólida e autossustentável sempre existiu dentro dos valores da produtora. Foi só uma questão de tempo até a gente estruturar o Gênesis de Gênios e surgir com a ideia de realizar esse open-mic (esse modelo de evento fez e ainda faz muito sucesso em lugares como Londres e Nova York), que é o #mostreseumelhor”, explica Hugo Pessoa (22), Gerente de Comunicação da Plectro, ao Palco Alternativo.

O “Gênesis de Gênios” teve sua primeira edição realizada em março deste ano, mais ou menos, quando a produtor surgiu, e o projeto é realizado mensalmente. “Mas, a gente espera que, num futuro não muito distante, role #mostreseumelhor toda semana”, comenta Hugo.

O objetivo do projeto, explica o rapaz, é dar algum tipo de suporte e visibilidade para novos artistas. É um espaço onde qualquer tipo de manifestação artística é bem-vinda. “Gostamos também de enxergar o evento como um celeiro de ideias e parcerias. É muito comum artistas se conhecerem lá , trocarem figurinhas e partirem para algum trabalho juntos”.

Se você quer mostrar seu talento no GdG é simples. As inscrições são feitas no dia e local do evento. “Costumamos abrir o quadro a partir das 18h e as inscrições rolam até umas 19h30 ou até o quadro ser inteiramente preenchido. Lembrando que quem toca não paga!”.

IMAGEMGENESISDEGENIOS2015III

São quinze inscritos por evento. Os três melhores eleitos da noite ganharão vídeo grátis que será exibido nos canais da Plectro. O melhor da noite (o Gênio da vez) é contratado para fazer um pocket show na próxima edição do GdG. “É sempre complicado fazer esse tipo de escolha, afinal, a gente está lidando com um assunto muito subjetivo”, explica, Hugo. “A reação do público, certamente, tem o maior peso na nossa decisão, mas costumamos analisar também quão autêntica e criativa foi a apresentação da banda ou artista”, acrescenta.

Para a edição de novembro do GdG, o Gênio da Vez, eleito na última edição é Otávio Cintra, que toca na Hammerhead Blues, banda que lançou recentemente seu EP de estreia autointitulado.

“No #mostreseumelhor, fiquei sabendo que ele vai mandar algumas músicas autorais e umas versões bem legais. O trabalho solo dele é mais calcado no folk, no rock piscodélico e na explosão tropicalista do comecinho dos anos 70. Coisa fina!”, diz Hugo.

Assista às edições anteriores do GdG #mostreseumelhor aqui. 

Curadoria de bandas desde a sua concepção

Segundo Hugo, o conceito da Plectro tem pairado na cabeça de seus idealizadores já há algum tempo, mas as atividades da produtora começaram oficialmente em março de 2015. No momento, eles têm focado suas energias na criação e produção das bandas do zero.

“Posso falar um pouquinho sobre alguns projetos que já estão a todo vapor: A gente gosta de dizer que os Pumas (sou o batera deles, inclusive!) fazem rock clássico sul-americano, tendo em vista que o som da banda navega pela Tropicália até as Cumbias”, comenta Hugo.

“Temos os Metafones, que fazem o que chamamos de Space Age Doo-Wop: é como se os Platters vivessem no futuro dos Jetsons. Já as Vedetes são um grupo formado apenas por mulheres. O som do projeto está entre as Supremes e as Luv’d Ones. Essas são apenas algumas das bandas. Temos alguns outros projetos totalmente formados e ativos, alguns outros em fase de ensaio e mais um monte de coisa bacana para colocar em prática ano que vem”, acrescenta.

Como os caras da Plectro estão focados na curadoria de bandas desde a sua concepção, a seleção das bandas que são produzidas por eles começa na escolha de músicos. Os critérios para essa escolha, segundo Hugo, são: “Queremos músicos profissionais (na raiz da palavra), humildes e que não se imaginam fazendo outro coisa fora da música”.

Caso tenha se interessado, preencha o formulário de inscrição que consta no site da Plectro.

Pergunto a Hugo se ele pode indicar alguns talentos promissores que já passaram pelo #Mostreseumelhor e que têm chance de se destacarem em 2016. “Não sei se consigo apontar nomes específicos, mas sei que bem-sucedidos serão aqueles que já têm o entendimento de que, atualmente, a melhor forma de construir uma carreira é focando na produção de grandiosos espetáculos, pois a música gravada se tornou segundo plano na indústria fonográfica moderna. Por mais que o artista venda conteúdo online, raramente chega alguma coisa nos bolsos deles”.

Gênesis de Gênios – #Mostreseumelhor

Quando: 12 de novembro, quinta-feira, às 18h
Onde: Sensorial Cervejas e Discos (Rua Augusta, 2389 – São Paulo)
Quanto: R$ 15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *