R.I.P. Lil Peep

Lil Peep

O músico em ascenção tinha apenas 21 anos. A causa da morte ainda não é conhecida.

Lil Peep nasceu Gustav Åhr na Pensilvânia, Estados Unidos, mas criado em Long Island. É filho de um professor de faculdade uma professora do ensino primário. Em entrevistas, ele disse que seu pai abandonou eles quando Åhr tinha 14 anos.

Pouco depois de deixar o ensino médio, Åhr recebeu seu diploma através de cursos de informática online. Ele se mudou para Los Angeles, onde se juntou a vários coletivos de rap incluindo o Schemaposse e Gothboiclique.

Em 2015, Åhr lançou seu primeiro projeto, intitulado LiL PEEP PART ONE. No ano seguinte, ele lançou as mixtapes crybaby e HELLBOY. Neste tempo, os vídeos dele para músicas como “White Wine” e “Girls” tiveram milhões de visualizações. Em augusto deste ano, ele lançou seu álbum de estreia Come Over When You’re Sober (Part One). A última música que ele lançou, “Avoid”, saiu no último mês.

A música de Lil Peep é caracterizada por uma abordagem sincera sobre o uso de drogas e doenças mentais. As palavras “Get Cake Die Young”estavam tatuadas na testa dele bem embaixo da raiz de seu cabelo. “Eu sofro de depressão e alguns dias eu acordo e é tipo, Merda, eu queria não ter acordado”, ele disse ao site gringo Pitchfork.

“Eu não expresso esse meu lado nas redes sociais. Esse é o meu lado que eu expresso através da música. Esse é o meu canal para deixar essa merda sair”.

“Ele ajudou a criar um gênero sonoro, coisa difícil hoje em dia. Sem contar o lifestyle auto-destrutivo que ajudou a dar toda a densidade do som”, disse Emil Stresser, da banda Subburbia e fundador do selo independente Terry Crew, admirador do trabalho do rapper.  

Sarah Stennett (CEO da First Access Entertainment, companhia que trabalhava com Peep) declarou: “Eu tenho conversacom com a mãe dele e ela me pediu para transmitir que ela é muito, muito orgulhosa dele e tudo que ele foi capaz de alcançar em sua curta vida. Ela é verdadeiramente grata aos fãs e pessoas que o apoiaram e o amaram”.

Da redação com informações da Pitchfork

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *