Festival Saravádalia traz Boogarins ao Circuito de Carnaval de Florianópolis

Além da banda goiana, o Saravádalia, união dos festivais Psicodália e Saravá, traz também outras nove bandas à ilha nos dias 28 e 29 de fevereiro, em dois palcos, um no centro e um na praia, encerrando o Circuito de Carnaval de Floripa

Em 2020, o tradicional festival Psicodália, que acontece anualmente desde 2006 entre o réveillon e o carnaval, se uniu a outros importantes festivais para, segundo Adriano Saito, produtor do festival Saravá, “manter vivo e valorizar a importância do Psicodália e a união dos festivais independentes na região Sul”.

Este ano, o Psicodália não aconteceria devido à busca por uma nova sede e outras mudanças. Mas, por conta dessas parcerias com outros festivais, ele acontecerá em um novo formato. Além do festival Saravá, o Psicodália se uniu ao Morrostock, de Santa Maria (RS), e Bradamundo, de Santa Rosa do Sul (SC) –, criando o circuito de festivais, a ser realizado exclusivamente neste período de carnaval e pós-carnaval.

“É válido salientar a importância da psicodelia, que surge no final dos anos 1960, e nos últimos 15 anos volta com força com festivais como o Psicodália, que faz esse evento incrível e gigante”, comenta Daniel Danda’s, baterista da banda paulista de post-tropicalia Bike, uma das atrações do Saravádalia 2020. “Esse movimento é importante, principalmente nos temos atuais, por prezar pela liberdade individual e em todos os sentidos, sem ficar preso a padrões impostos, e por valorizar a arte e a cultura”, acrescenta o músico.

Daniel Danda’s, baterista da banda Bike

O festival Saravá – que já tinha uma parceira com o Psicodália de outros carnavais, mais especificamente do ano passado, quando produtores dos dois fests promoveram juntos o evento Ressacadália, no pós-carnaval 2019 de Florianópolis – tem se consolidado no circuito de festivais independentes do país. Em 2019, realizou sua quinta edição na capital catarinense, reunindo 16 bandas de nove estados brasileiros (Leia mais aqui).

A programação musical do Saravádalia 2020 conta com as bandas Bike (SP), Muñoz (SC), Napkin (SC) e Bananeira Brass Band (PR) na primeira noite (28), no palco centro, que será realizado no Bro Cave, mesmo local do festival Saravá 2019.

Já no segundo dia do Saravádalia (29), as bandas Boogarins (GO), Terno Rei (SP), Mulamba (PR), Cores de Aidê (SC), Irmão Victor (RS) e Orquestra Manancial da Alvorada (SC) sobem ao palco praia, no Selina Beach Bar, na praia Mole, no dia principal do evento.

A discotecagem do palco centro fica por conta do DJ Sttar (SC), agitando a pista da Bro Cave Pub, já no palco praia, a discotecagem fica por conta do LADO C Bailinho de Vinil (SC) e do DJ boliviano Pancho Valdez, referência na música latina de São Paulo há mais de 10 anos. Além disso, completam a programação do festival apresentações e intervenções artísticas paralelas à programação principal do evento.


Ouça a música “Sombra ou Dúvida”, homônima ao mais recente disco (2019) dos Boogarins.

 

Saravádalia 2020

Quando: 28 e 29 de fevereiro, sexta e sábado
Quanto: de R$ 20 a R$ 100, na plataforma Sympla: Ingressos para o dia 28, ingressos para o dia 29
Onde: Dia 28, no Bro Cave (Rua Padre Roma, 333 – Centro); Dia 29, no Selina Beach Bar (Rod. Jorn. Manoel de Menezes, 2001 – Praia Mole)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *