Melancólico, Tatá Aeroplano cria diálogos com o ouvinte em “Delírios Líricos”

Álbum é o sexto na carreira solo do cantor

Por Lucas Lima

Prepare o seu chá ou esquente o café, deixe o ar ventilar pela casa mas, em hipótese alguma, zapeie seus aparelhos eletrônicos em busca de distração. Tatá Aeroplano traz com seu sexto disco de estúdio, “Delírios Líricos”, o que podemos chamar de conversa cantada e, por isso mesmo, este não é um registro para ouvir na rua.

“Delírios Líricos” é psicodelia para dias cinzentos. Embora Tatá tenha um vasto currículo, com diversos desdobramentos, este novo álbum vem em um ritmo mais melancólico, com letras extensas que versam sobre saudades, medo e amor. Embora a construção lírica chame atenção nisso tudo, há questões sonoras muito interessantes que criam paredes para o disco. A dobra de vozes de Malu Maria e Bárbara Eugênia um curto período épico logo na faixa de abertura, “Alucinações”, em conjunto com rápidas progressões que elevam o som e abaixam logo em seguida, para ouvirmos os quase sussurros de Tatá Aeroplano. 

Caminhando pelo disco, temos toques de acordeão que nos leva a uma atmosfera regionalista sulista em “Amoras na Beira do Rio”; devaneios com base sessentista, com finos trejeitos da jovem guarda em faixas como “Deusa de 67”, “Trinta Anos Essa Noite” e “Réquiem Para Um Sonho” além do ponto fora da curva que é “Ressurreições”, composição de Jorge Mautner e Paulo Jacobina e  única música do disco que tem um ritmo mais pesado, virado para o pop rock, tendo inclusive uma excelente frase de efeito: “Só o Amor Pode Matar o Medo”.

Tatá Aeroplano sempre trouxe em seus discos surpresas e experimentalismos que, em geral, são muito gostosos de serem ouvidos. Com esta assinatura, o artista criou caráter místico dentro do cenário musical paulistano. Em “Delírios Líricos”, álbum arquitetado com os músicos Bruno Buarque, Dustan Gallas, Lenis Rino e Junior Boca,  não é diferente. É mais um bom disco, talvez para ser ouvido com mais calma, sozinho, só você e Tatá.

Tatá Aeroplano – Delírios Líricos 
2020
Voador Discos

Faixas
1) Alucinações
2) Amoras na Beira do Rio
3) Deusa de 67
4) Trinta Anos
5) Essa Noite
6) Ressurreições
7) Delírios Líricos
8) Réquiem Para Um Sonho
9) Cabeças Cortadas
10) O Silêncio das Serpentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *