10 músicas para ouvir no fim de semana #04

Por Lucas Lima

Com a chuva de singles lançados toda semana, pode ser difícil escolher o que ouvir. Tendo este pretexto como base, selecionamos e divulgamos todos os sábados 10 canções lançadas recentemente para você ouvir no final de semana. Você pode escutar as faixas em nossa playlist, que é atualizada a cada sete dias (acesse no final da matéria). Confira os artistas da quarta edição:

Pink Roof – Jealous

Ainda não há muito o que dizer sobre o trio carioca Pink Roof, mas podemos confirmar que a banda começou bem com o single “Jealous”, o primeiro divulgado nos serviços de streaming da vida. 

Circus – Abstrações

Mais um abanda carioca na nossa lista semanal. Aqui falamos sobre a Circus, que faz reflexões sobre a sociedade no single “Abstrações”, faixa hardcore com intervenções de rap. A canção antecipa o próximo álbum do grupo, ainda sem data de lançamento e tem participações de Milton Aguiar (Bayside Kings), Renato Rasta (NDR Hardcore) e do rapper Marcão Baixada.

“Somos seres construídos e desconstruídos por conceitos e ideais abstratos que nós mesmos criamos. Para representar isso, pensamos em uma folha de caderno em branco para destrinchar todos os versos da música, assim como preenchemos nossa mente. Ela nasce vazia, com os conceitos, experiências, ideias, que se desenvolvem e dão corpo à realidade, que é construída pelo homem. Isso serve para entender também a construção do próprio indivíduo, as cobranças que talvez não façam sentido, a imagem a zelar que é mera superficialidade, a concorrência e consumo exagerado. Entender para melhorar, se informar para construir, nós construímos a realidade”, reflete o vocalista Bernardo Tavares.

Sargaço Night Club – Hibakusha

O duo indie pernambucano traz como single a faixa que inspirou a produção do álbum “Istmo”, que chega aos ouvidos do público em setembro. A música é um misto de percussões orientais, com folk e o pós-punk. O título da faixa é a palavra que em japonês é utilizada para se referir às “vítimas da bomba”, uma clara referência aos bombardeios por parte dos EUA a Hiroshima e Nagasaki nos tempos finais da Segunda Guerra Mundial. 

Jovem Dionísio – É Osso

A banda Jovem Dionísio mescla muito bem sonoridades pop, com artifícios eletrônicos nesta faixa de aura indie. É uma “mistureba” que resulta em um som dançante com letra muito interessante, que fala sobre o sentimento de querer conhecer uma pessoa nova, mas acabar criando uma desculpa para não tomar uma atitude.

Elisa Maia – Luas Pra Tantas Faces

A cantora amazonense estreia no cenário musical com um pop rock que tem leves interferências de R&B e bases de reggae. Na letra, a artista fala sobre ‘tentar escapar de desconfortos já instalados pela manhã’. 

“Mesmo admitindo angústia, seja nessa mensagem literal ou no clima denso que o registro traz, acredito que expor vulnerabilidade fortalece minha humanidade e aponta caminhos para a redenção. Inclusive, como mulher negra que sou. Quero que esse trabalho seja trilha sonora para quando precisamos pensar em mudanças possíveis ou perceber que uma história ruim também pode ter novas formas – realistas e positivas – de serem vividas e contadas”, explica a artista. 

A canção tem participação de Larissa Conforto (que assina atualmente como Àiyé) na bateria e do vocalista/pianista Ian Fonseca, da banda Supercolisor. 

Francisco, El Hombre – Baile Sudaca

A Francisco, El Hombre mais uma vez balança as pistas com faixa animada, cheia de referências latinas. Desta vez a banda não está sozinha, o grupo chileno Moral Distraída junta-se aos brasileiros para fazer festa e ressignificar o termo sudaca, que tem conotação xenófoba (é utilizado para como menção depreciativa ao povo sul-americano). 

Priscila Tossan – Libélulas

Revelação do The Voice Brasil 2018, Priscila se une a Criolo e Luccas Carlos nesta faixa que, sim, traz o R&B, porém com desdobramentos muito interessantes, com brasilidades e leve psicodelia. A faixa faz parte do álbum “Iceberg”, que também já está disponível nas plataformas digitais. 

Pablo Vermell – Conciliar

Pablo Vermell, guitarrista e vocalista da banda Los Volks, tem preparado terreno para um álbum solo, e a bola da vez é a faixa “Conciliar”, um retrato melancólico e reflexivo diante os relacionamentos contemporâneos. A canção ainda tem participação de Lucas Gonçalves (Maglore).

Fantomaticos – Coisa com Coisa

Se você gosta de indie rock com tons sutis de psicodelia, você vai gostar dessa música dos Fantomaticos, grupo na ativa desde 1999 e que planeja um novo álbum ainda para este ano. 

Amanda Magalhães – Na Sua Casa

Desde que emergiu no mundo da música, Amanda Magalhães mostrou que é uma mulher de várias cores. Aqui, ela caminha na sutileza de uma MPB romântica e acalentadora, vide o verso “quando isso passar/vou te visitar/na sua casa”, claramente palavras que buscam confortar em um momento tão sombrio. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *